Fundo EC - Edgard Cavalheiro

Área de identificação

Código de referência

BR SPCEDAE EC

Título

Edgard Cavalheiro

Data(s)

  • 1930 - 1958 (Produção)

Nível de descrição

Fundo

Dimensão e suporte

5,72 metros lineares.

Área de contextualização

Nome do produtor

(06-07-1911 / 30-06-1958)

Biografia

Edgard Cavalheiro nasce em Espírito Santo do Pinhal (SP), no dia 6 de julho de 1911, filho de Nicolau Cavalheiro e de Rosa Ferriani Cavalheiro.
Em 1925, conclui a quarta série primária no Grupo Escolar Dr. Almeida Vergueiro, em sua cidade natal. No primeiro semestre de 1927 estuda na Escola de Comércio Bento Quirino, em Campinas, e no segundo, na Escola de Comércio Álvares Penteado, na capital do Estado, cidade onde passa a residir juntamente com o pai, a mãe e seis irmãos após a falência do comércio da família. Abandona o terceiro ano do ginásio e deixa definitivamente de estudar, ao menos como aluno em instituição de ensino regular.
No início da década de 1930, após trabalhar na São Paulo Railway, Edgard Cavalheiro passa a atuar como funcionário do Banco do Estado de São Paulo e tem um de seus primeiros escritos publicados, o poema “Baile na roça”, em A Juventude, de Mogi Guaçu.
O ano de 1933 marca o início de um período de produção ininterrupta em periódicos, o que faz com que Cavalheiro não fique um só ano sem publicar ao menos um artigo na imprensa nacional.
No final dos anos de 1930, participa da constituição do “Grupo da Baruel”, um dos espaços de sociabilidade intelectual da cidade de São Paulo, que ensejou o surgimento do jornal literário “Roteiro: quinzenário de cultura”, de curta trajetória. Faziam parte do Grupo da Baruel, principalmente: Edgard Cavalheiro, Mário da Silva Brito, Jamil Almansur Haddad, Rossine Camargo Guarnieri e Fernando Góes.
No início dos anos de 1940, Edgard deixa o emprego no Banco do Estado para atuar no campo editorial, na Livraria Martins Editora, em São Paulo. Em 1940, publica seu livro de estreia: a biografia do poeta romântico Fagundes Varela, pela Livraria Martins Editora.
Em 14 de março de 1942 é fundada a Sociedade dos Escritores Brasileiros (SBE), e Edgard Cavalheiro compõe a Comissão de Distribuição de Livros e Controle de Vendas, da primeira diretoria da entidade. No mesmo ano, a Sociedade torna-se Associação Brasileira de Escritores (ABDE). Como integrante da Comissão de Direitos Autorais, em janeiro de 1945, Cavalheiro participa do 1º Congresso Brasileiro de Escritores.
Em 1943, passa a ocupar o cargo de gerente comercial da Livraria do Globo, do Rio Grande do Sul, na filial da capital paulista.
Em 1946, participa da fundação da Câmara Brasileira do Livro (CBL); em 1950 torna-se diretor e assume a presidência da entidade para o biênio 1955-1957. Durante sua gestão, ocorrem as discussões para a criação do prêmio literário Jabuti, realizado a partir de 1959.
Na metade dos anos de 1950, desliga-se da Livraria do Globo, auxilia na criação da editora Cultrix e funda sua própria editora na capital de São Paulo, a Companhia Distribuidora de Livros (CODIL), que dirige até sua morte.
Publica entre outros, as obras “Fagundes Varela” (1940), “Testamento de uma Geração” (1944), “Biografias e Biógrafos”, “Garcia Lorca, Evolução do conto brasileiro” (1952) e sua obra mais conhecida: “Monteiro Lobato - Vida e Obra” lançada em dois volumes em 1955. Sua obra escrita compreende oito livros de autoria própria, a participação em 51 obras de autoria coletiva, quatro traduções e cerca de 930 artigos em periódicos nacionais.
Falece em São Paulo no dia 30 de junho de 1958.

História do arquivo

No início de 2017, o CEDAE recebe uma proposta de doação do arquivo do escritor Edgard Cavalheiro, encaminhada por Silvio Tamaso D’Onofrio e Maria Helena Cavalheiro Neves (filha de Cavalheiro). Seguindo os tramites da universidade, foi formada uma Comissão Acadêmica para a avaliação de mérito e de importância do acervo documental, composta pelos professores doutores Thiago Oliveira da Mota Sampaio, Marisa Philbert Lajolo e Mário Luiz Frungillo sob a presidência do primeiro, que, em setembro de 2017, recomendam a aceitação do acervo e sua incorporação ao CEDAE. A equipe técnica do centro fez uma avaliação do estado de preservação dos documentos antes do fechamento do contrato de doação.

Procedência

Doação dos herdeiros Edgard Cavalheiro Júnior, Ricardo Cavalheiro, Maria Helena Cavalheiro Neves e de Silvio Tamaso D'Onofrio, em outubro de 2017.

Área de conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

O conjunto documental é constituído por manuscritos com anotações do titular, sendo alguns inéditos; por cartas trocadas com familiares e com escritores onde destacam os correspondentes Monteiro Lobato e Waldomiro Silveira; por livros de autoria de Edgar Cavalheiro, contemplando também os traduzidos pelo titular, além daqueles de autores nacionais cujas publicações datam das décadas de 40 e 50 do século XX, contendo algumas obras raras; além de Cadernos da Companhia do Petróleo do Brasil que pertenceram a Monteiro Lobato e diversos Cadernos Manuscritos de EC e Cadernos de Recortes de jornais sobre artes, especialmente literatura e música.

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de arranjo

Não organizado.

Área de condições de acesso e uso

Condições de acesso

Consulta livre.

Condiçoes de reprodução

Consulte as normas gerais de reprodução de documentos do CEDAE.

Idioma do material

  • português do Brasil

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de descrição

Listagem preliminar do fundo EC.

Área de documentação associada

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

CEDAE: Fundo Monteiro Lobato, Fundo Charley Frankie e Coleção de Documentos Avulsos.

Descrições relacionadas

Área de notas

Identificador(es) alternativos

Pontos de acesso

Pontos de acesso de assunto

Pontos de acesso local

Ponto de acesso nome

Pontos de acesso de gênero

Área de controle da descrição

Identificador da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Status

Final

Nível de detalhamento

Completo

Datas de criação, revisão, eliminação

13-06-2024

Idioma(s)

  • português do Brasil

Sistema(s) de escrita(s)

Fontes

Nota do arquivista

Descrição na ISAD (G) elaborada por Patrícia Saad em 12-05-2022.

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Gêneros relacionados

Lugares relacionados